IDL-BNC @ IDRC >
IDRC / CRDI >
IDRC Research Results / Résultats de recherches du CRDI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10625/50521

Title: Informe Final de Brasil: Análise dos resultados da pesquisa de campo em Minas Gerais: impactos da difusão do pacote tecnológico dos transgênicos na cultura do algodão em propriedades familiares
Authors: Jardim Da Silveira, José Maria Ferreira
Pinto Vieira, Adriana Carvalho
Lima, Divina Aparecida Leonel Lunas
Keywords: SMALL FARMERS
TRANSGENIC COTTON
SOCIOTECHNICAL CONFIGURATION
SCIENCE AND TECHNOLOGY POLICY
BRASIL
BRASIL--MINAS GERAIS
PEQUENOS AGRICULTORES
ALGODON
POLITICA DE CIENCIA Y TECNOLOGIA
ORGANISMOS GENETICAMENTE MODIFICADOS
PLANTAS TRANSGENICAS
REGULACION
BIOTECNOLOGIA
Issue Date: 2012
Abstract: A liberação do cultivo do algodão transgênico Bt de primeira geração no Brasil a partir de 2005 deu um novo impulso a cotonicultura nas regiões tradicionais de cultivo e favoreceu o crescimento da área plantada em áreas não tradicionais, como o Centro-Oeste do país. Esta cultura teve uma retração acentuada no Brasil provocada por dois principais motivos. O primeiro foram as infestações de pragas, principalmente o bicudo, e segundo os níveis de preços reduzidos para a pluma da década de 90 que combinados desmotivaram a produção desta cultura. O advento da transgenia na cultura do algodão tornou-se uma opção para a volta da cultura no Brasil, pois havia a possibilidade de diminuição dos tratos culturais poupando assim mão-de-obra nesta atividade. A retomada da cotonicultura deu-se desta forma com um novo padrão tecnológico com incorporação de modernas tecnologias, representada pela utilização da semente certificada e em muitas regiões pela semente pirata. A grande expectativa dos produtores rurais era a efetiva diminuição de mão-deobra e de custos pela redução no número de aplicações. Quanto a questão do bicudo salienta-se que a transgenia nas sementes BT e RR do algodão não tem nenhum tipo de benefício detectado na pesquisa. Por isso, observou-se que a questão de bicudo não é um fator chave para adoção desta tecnologia na região pesquisada e pela dedução nas entrevistas feitas nas entidades da cadeia do algodão nem mesmo para os grandes produtores este fator é relevante na adoção da semente BT ou RR. Neste contexto, a expectativa da introdução deste novo pacote tecnológico era a redução de custos com elevação da rentabilidade da cultura. A adesão ao novo padrão tecnológico pelos cotonicultores foi muito rápida, contribuindo para o aumento das áreas plantadas em regiões em que não eram cultivadas, como o Centro-Oeste, uma zona de fronteira. Entretanto, a maior parte das sementes utilizadas por estes grupos de produtores é a semente pirata, advinda de uma reprodução em campos de sementes não fiscalizadas e de importações ilegais, de países como a Argentina e Paraguai. Os pequenos produtores de algodão brasileiros devido à facilidade de reprodução da tecnologia no setor agrícola reproduziram este mesmo modelo adotado pelos grandes produtores. A adoção da semente pirata foi feita pela grande maioria, em virtude do modelo de financiamento da atividade ser realizado por intermediários, que entregam um pacote fechado para esses produtores. Nas análises realizadas nesta pesquisa, foi constatado que o preço da semente pirata entregue pelos intermediários era mais alto do que a semente fiscalizada adquirida por um grupo específico de produtores organizados em torno de uma cooperativa. A polêmica quanto aos transgênicos e os poucos estudos feitos sobre a adoção destes pacotes tecnológicos incentivaram este estudo que foi conduzido no Brasil, na Argentina e no Paraguai. Este trabalho tem como objetivo fazer uma reflexão das principais conclusões do estudo geral conduzido no Brasil e indicar as estratégias para melhorar a capacidade de negociação e do sistema produtivo dos pequenos produtores de algodão no Brasil. A região da pesquisa de campo mostrou-se rica pela convivência de dois padrões distintos de organização: um desorganizado com a figura do atravessador e outra com a presença de uma cooperativa. As próximas seções descrevem o regime de ciência e tecnologia no Brasil, as principais conclusões das análises feitas das entrevistas e oficinas realizadas no Norte de Minas Gerais, indicando as alternativas para os grupos de produtores desta região.
URI: http://hdl.handle.net/10625/50521
Project Number: 105759
Project Title: Addressing the Socioeconomic Impacts of Genetically Modified Cotton on Small Farmers in MERCOSUR
Document Delivery: To enquire about document delivery, contact the IDRC Library : library@idrc.ca or 613-696-2578 / Pour plus de renseignements sur la livraison de documents, communiquer avec la bibliothèque du CRDI : bibliothèque@crdi.ca ou 613-696-2578
Appears in Collections:Research Results (ITS) / Résultats de recherches (ITS)
2010-2019 / Années 2010-2019
IDRC Research Results / Résultats de recherches du CRDI
Research Results (IID) / Résultats de recherches (IDI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
IDL-50521.pdf
661.62 kBAdobe PDF
IDRC staff can log in using their network password; non-IDRC staff can request this document.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Valid XHTML 1.0! DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback